segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Trilho da Cumeada


19-01-2012


É preciso ser algo de muito especial…sim é mesmo especial, tão especial que este trilho que vos vou falar hoje foi feito 2 vezes seguidas num espaço de uma semana…
A vontade de conhecer o trilho da Cumeada já era bem antigo, pode se dizer mesmo, que era um desejo com barbas.
Finalmente tinha chegado o tão desejado dia e bem frio…Subindo pelo estradão que segue até ás Minas do Carris, lá nos fizemos ao caminho tendo na minha companhia Rui Barbosa, João Dias e Leandra Cardoso…
Chegada a altura de atravessar o Rio Homem para o outro lado a subida ao topo da Serra faz se rapidamente por entre a vegetação rasteira num trilho que vai querendo desparecer, teimando em contrariar a vontade daqueles que não o querem perder…
Chegando la cima não há muitas palavras que possam descrever o estado de êxtase que domina o nosso corpo e a leveza que domina a nossa mente, são cenários que captam toda a essência do Gerês com os deus declives acentuados …
Lá de cima sentimos ter por baixo dos nosso pés uma réplica em miniatura do assombroso Vale do Homem, o rio Homem, o trilho que serpenteia serra acima…dali é que se vê bem o que se sobe da Portela do Homem até Carris… é sempre a trepar.
Depois de uma pausa para almoçar seguimos cumeada fora sempre ladeado pelo Vale do Homem que volta e meia se mostra em todo o seu esplendor com paisagens de cortar a respiração, nada aconselhável a quem tiver vertigens…
Depois de uma longa e bela jornada o trilho precipita-se pela mata da albergaria adentro e quando menos esperamos estamos novamente no ponto de partida…
A todos os participantes desta caminhada um muito obrigado pela companhia em especial ao Rui Barbosa por ter sido um guia exemplar…

29-01-2012


Pouco mais de uma semana depois o trilho voltaria a ser o mesmo mas com companheiros diferentes, desta vez fazia-me acompanhar de Sandra Macedo, Abel Vieira, Raul Silva e Leandra Cardoso, o trilho foi em tudo idêntico á primeira vez, o frio também mas as sensações sempre novas com pormenores na paisagem que não tinha reparado antes…naquela altura sentia me capaz de fazer aquele trilho todas as semanas…é um trilho de tal maneira arrebatador que nos rouba as palavras e qualquer foto por mais bonita que seja não reproduz nem um décimo daquilo que se vive naquele momento…
A todos aqueles que integraram o 2º grupo um grande abraço e um agradecimento especial pelo companheirismo partilhado naquele dia, a cumeada será daí para a frente um trilho de eleição…o varandim mágico do mais belo cantinho do Mundo…

Texto: David Gonçalves

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget