sexta-feira, 24 de junho de 2011

Portela de Leonte – Parque de Campismo do Vidoeiro

Portela de Leonte – Prados do Mourô – Freza – Prados do Camalhão – Prados da Teixeira – Lombra do Vidoeiro – Curral Carvalha das Éguas – Lomba do Vidoeiro – Parque de Campismo do Vidoeiro



Uma caminhada que inicialmente seria para ir aos Prados da Messe, rapidamente teve de ser alterada por termos sido literalmente enganados pelas muitas mariolas que seguem nas mais diversas direcções…



10-06-2011

Iniciamos o trilho pela manhã, na Portela de Leonte e logo começamos a subir rapidamente encosta acima em direcção aos Prados do Mourô, depois de lá chegar lá tentamos dar com o trilho que seguisse em direcção aos Prados da Messe. Até parecia que íamos bem encaminhados, e lá fomos andando, seguindo as mariolas que se iam perfilando no horizonte mas depois de muito andar acabamos ironicamente por ver lá ao longe, novamente os Prados do Mourô ?!?!??
Depois de nos recompormos do choque de ter sido tão facilmente enganados pelas mariolas e de ter andado às voltas durante praticamente 2 horas, resolvemos optar por um plano alternativo, iríamos até á Freza e daí descer o Vale da Teixeira para depois almoçar pelos Prados da Teixeira.
Dito e Feito, depois de chegar á Freza, fomos descendo até aos Prados do Camalhão descansamos um pouco e depois fomos seguindo pelo ribeiro da Teixeira, tirando umas fotos a aquele magnifico cenário. Chegados aos Prados da Teixeira, grande azáfama esperava por nós onde alguns grupos se encontravam em alegre convívio… paramos junto ao ribeiro procurando a sua frescura e por ali almoçamos…No final do almoço ainda estivemos em amena cavaqueira com o Guarda Domingos que por lá se encontrava e daí seguimos rumo á Lomba do Vidoeiro, onde estava um rebanho de cabras que se deslocava em direcção ao Curral Carvalha das Éguas. Como ainda tínhamos algum tempo decidimos acompanhar o rebanho para ir fazer uma visita ao curral…depois de por lá ficar algum tempo e misturar mo nos um pouco com o rebanho, voltamos de novo á Lomba do Vidoeiro onde iniciamos a descida final (mas que descida!) até ao Parque de Campismo do Vidoeiro, até lá o trilho é uma descida a pique mas com cenários deslumbrantes onde nos embrenhamos em bosques que mais parecem encantados…
Não foi o trilho que tínhamos planeado fazer inicialmente mas acabou por se tornar numa caminhada muito agradável e com paisagens lindíssimas, mais uma prova que seja qual for o trilho que se vai fazer, sabendo ou não para onde se vai, estamos sempre no mais belo cantinho do Mundo…








Texto e Fotografia: David Gonçalves

3 comentários:

  1. Olá

    Não sei que trilho pretendiam seguir mas no sítio em que desceram para o Camalhão, na Freza, o trilho que vem do Mourô continua e vai até à chã da fonte, dai sobem até à lomba do pau e descem até ao prado do conho e depois messe, está bem assinalado por mariolas. Fica para a próxima. Abraços.

    ResponderExcluir
  2. David,

    De 5-feira para 6-feira eu dormi no Curral do Camalhão. Na sexta feira de manhã subi a Freza e e fui até ao Prado do Conho. Pena a gente não se encontrar teriamos seguido viagem juntos.
    Agora pela tua descrição de certeza que na corga antes das Lamas do Borrageiro de certeza que seguites umas mariolas a esquerda. O trilho estava muito disfarçado se nunca la passaste, facilmente te enduzia em erro. Se contornares esse monte o trilho leva te até ao Prado de Maceira e tambem da para regressar ao Mourô. Pena mesmo a gente não se ter encontrado.

    Beijinho.

    ResponderExcluir
  3. Ola!
    Olha nao sei bem onde me enganei mas foi ali na freza...depois falei com o Guarda Domingos que me explicou por alto por deviamos ter seguido...fica para uma proxima...
    Espero encontrar te brevemente por esses montes
    Abraço David

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget