quarta-feira, 14 de outubro de 2009

O Esquilo



Particularmente abundante no interior do PNPG, depois de algumas décadas de expansão ao longo do ultimo quartel do seculo XX a partir da raia galega, o esquilo é uma espécie inconfundível da fauna geresiana, graças a uma pelagem castanho-avermelhada, uma cauda longa e peluda e tufos distintivos nas orelhas que se mantém durante o Inverno. Apesar de exclusivamente diurno, este pequeno e ágil mamífero arborícola, que se alimenta principalmente de sementes de diversas espécies de árvores, não se revela fácil de observar e de fotografar. Com efeito, detectar um esquilo no interior sombrio de um bosque poderá revelar-se uma tarefa, no minimo, morosa. Para o encontrar deve, em primeiro lugar, procurar vestígios da sua presença, nomeadamente restos de refeições(pinhas ou sementes roídas) que se encontram geralmente no chão, junto de árvores maduras com um bom potencialde alimento. Depois, devidamente camuflado, munido de binóculos, de uma boa dose de paciência e persistência, bastar-lhe-á esperar.




In: Passeios e percursos irrepetíveis - Parque Nacional Peneda Gerês
De: Manuel Nunes / Jorge Nunes
Editora: Alhena Media

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget